Início > História, Livros > Segredos da Descoberta da Austrália pelos Portugueses

Segredos da Descoberta da Austrália pelos Portugueses

 

Segredos da Descoberta da Austrália pelos Portugueses,
Rainer Daehnhardt, George Collingridge & Richard H. Major,
Zéfiro, 2009.

NOVAS REVELAÇÕES COMPROVAM A PRESENÇA DE NAVEGADORES PORTUGUESES NA AUSTRÁLIA MAIS DE 200 ANOS ANTES DA COROA INGLESA

Baseando-se em dois mapas de 1547 recentemente descobertos numa biblioteca em Los Angeles, nos Estados Unidos, os autores defendem a hipótese, solidamente sustentada pela cartografia quinhentista e pela toponímia, da descoberta da Austrália e, muito provavelmente, da Nova Zelândia, pelos navegadores portugueses.

Apesar desta teoria ser já defendida por alguns investigadores escoceses e ingleses desde o séc. XVIII, a presente obra revela novos dados que fortalecem e clarificam a descoberta portuguesa, que terá ocorrido mais de dois séculos antes do Capitão James Cook reclamar, em 1770, a posse do vasto território australiano para a coroa inglesa.

Esta obra inclui uma ampla quantidade de antigos mapas, dos quais se destaca um, de 1598, de origem inglesa – aqui reproduzido a cores – contendo informações inéditas que revelam ser uma cópia de portulanos portugueses anteriores.

Infelizmente, os mapas secretos lusos não chegaram até aos nossos dias porque, muito provavelmente, foram ocultados ou destruídos pela coroa portuguesa, que quis manter afastados os seus rivais, particularmente os espanhóis.

Todas estas descobertas, para além de revelarem informações inéditas sobre a verdadeira amplitude dos Descobrimentos Portugueses, revelam a importância dada pela cartografia lusa ao Extremo Oriente.

PARA ALÉM DA HISTÓRIA OFICIAL DOS DESCOBRIMENTOS PORTUGUESES, EXISTE UMA HISTÓRIA SECRETA, ONDE PROLIFERAM AS RIVALIDADES, OS SEGREDOS DA COROA E AS ESTRATÉGIAS POLÍTICAS

Inclui Reprodução a Cores de um Mapa Inédito da Austrália do Séc. XVI

—–//—– 

Rainer Daehnhardt é um reconhecido pesquisador, nascido a 7 de Dezembro de 1941 e é descendente de uma família de diplomatas e militares alemães radicados em Portugal desde 1706. Estudou na Alemanha e em Portugal, especializando-se no “estudo da evolução do Homem através da arma e sua utilização”. Presidente da Sociedade Portuguesa de Armas Antigas – Portuguese Academy of Antique Arms – desde 1972, representa Portugal em congressos internacionais. É membro da Rowland Society, da Gesellschaft für Historische Waffen und Kostümkunde de Berlim e da Arms and Armour Society de Londres. É membro honorário da ASAC (American Society of Arms Collectors), entidade máxima americana do género que em 25 anos de existência elegeu o autor como 3º membro honorário estrangeiro. Participou em dezenas de congressos internacionais de historiadores de armas antigas. Foi convidado por entidades governamentais norte-americanas para fazer uma série de conferências sobre a evolução da armaria, em diversos estados americanos, tendo discursado por exemplo no Smithsonian Institute de Washington, no Metropolitan Museum, Harvard, Nova Iorque e Arizona Historical Society, Texas e Califórnia. É autor de dezenas de livros e centenas de artigos, na sua maioria ligados à armaria antiga, à História de Portugal ou à sua preocupação com a evolução da Humanidade. Na Zéfiro publicou as obras Portugal Cristianíssimo – A Missão Templária nos Descobrimentos, Homens, Espadas e Tomates e foi co-autor de O Perdão dos Templários, Codex Templi e Portugal – A Missão Que Falta Cumprir.

George Collingridge (1847-1931) nasceu em Oxfordshire, Inglaterra. Em 1879 migrou para a Austrália. Aí fundou a Sociedade Real de Arte de Nova Gales do Sul. Após a publicação da sua obra A Descoberta da Austrália foi reconhecido pelos membros da Royal Geographical Society como “uma autoridade em questões geográficas”. Em 1908 foi distinguido como Cavaleiro Comandante da Ordem de Santiago pelo Rei de Portugal.

Richard Henry Major (1818-1891) foi um reputado geógrafo e bibliotecário inglês, Curador do Museu Britânico na área da cartografia antiga, desde 1844 até 1880. Durante esse tempo publicou mapas e documentos de assinalável importância histórica.

Categorias:História, Livros
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: