Início > Banca, Economia e Finanças, Geral, Maçonaria > Portugal tornou-se destino seguro de fortunas desviadas do erário público angolano

Portugal tornou-se destino seguro de fortunas desviadas do erário público angolano

 

O presidente da UNITA, maior partido da oposição angolana, disse hoje em Luanda que Portugal se “tornou num destino seguro de fortunas desviadas do erário público angolano”.

Numa declaração pública sobre as razões que levaram a UNITA a avançar com uma moção de censura ao Governo do MPLA, Isaías Samakuva apontou como um dos exemplos da corrupção em Angola as transferências de avultadas somas para Portugal “para comprar até empresas falidas para branquear dinheiro roubado ao povo de Angola”.

Servindo-se de notícias na imprensa, Isaías Samakuva apontou a existência de “pressões” sobre o primeiro-ministro português, José Sócrates, para “libertar milhões de dólares de dinheiro público (angolano em contas de bancos portugueses) para determinadas contas privadas de mandatários do regime angolano” de forma a poderem “comprar empresas falidas” e”branquear” capitais.

    • Krípton
      Dezembro 4, 2009 às 13:41

      De onde é que acham que vem o dinheiro do Benfica para contratar. Ramires 7 Milhões, Javi Garcia 7 Milhões, Saviola 5 Milhões (assim consta na CMVM), entre outros milhões para os respectivos chorudos salários?

      Ainda hei de escrever um texto sobre as ligações do Benfica à máfia Estatal de Angola…

      • rbzone
        Dezembro 4, 2009 às 15:37

        DÁ-LHE FALANCIO!!! hehehe

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: