Início > Banca, Economia e Finanças, Censura, Ciência - Várias Áreas de Conhecimento Académico, Ciências da Saúde, Clube Bilderberg, Criminalidade, Maçonaria, New World Order, Política, Sociedades Secretas > A comissão da Saúde do Conselho da Europa (Prof. Dr. Wolfgang Wodarg) acusa a Gripe A de ser falsa pandemia e a OMS de ter conluio com as farmacêuticas

A comissão da Saúde do Conselho da Europa (Prof. Dr. Wolfgang Wodarg) acusa a Gripe A de ser falsa pandemia e a OMS de ter conluio com as farmacêuticas

Jornal da Tarde, RTP1 em 26-01-2010

—–//—–

Conselho da Europa discute ‘histeria’ à volta da Gripe A
Pedro Quedas
26/01/10 00:05

http://economico.sapo.pt/noticias/conselho-da-europa-discute-histeria-a-volta-da-gripe-a_79697.html

A comissão da Saúde duvida da gravidade da doença e acusa a OMS de ter funcionado sempre à mercê dos interesses das farmacêuticas. 

Um deputado do Conselho da Europa, presidente da comissão de Saúde do organismo, tornou formais as conversas que muitos europeus, por todo o continente, discutiam em conversas de café. O deputado, e médico alemão Wolfgang Wodarg disse que a gripe A é uma “falsa pandemia” e um dos “maiores escândalos médicos do século”. Disse, preto no branco, que a histeria à volta da Gripe A era isso mesmo, uma histeria, e, pior, a Organização Mundial de Saúde (OMS) e os governos dos vários países foram influenciados pela indústria farmacêutica para as medidas de cuidado que tomaram. Conclusão óbvia: instalou-se a polémica.

A discussão foi lançada por um documento apresentado a 18 de Janeiro, co-assinado pelo deputado alemão e por mais 13 deputados europeus, que acusa de forma veemente as farmacêuticas. “No sentido de promover as suas vacinas contra a gripe, as empresas farmacêuticas têm influenciado cientistas e agências oficiais, para alarmar governos em todo o mundo. Isto leva-os a desperdiçar os escassos recursos para a Saúde e expor desnecessariamente milhares de pessoas saudáveis aos riscos dos efeitos secundários desconhecidos de vacinas que não foram suficientemente testadas”.

A discussão deste tema estava prevista para esta quinta-feira, mas não reuniu o consenso da assembleia parlamentar do Conselho Europeu, ficando adiado. Um total de 96 parlamentares votou a favor da realização do debate e 82 contra, sendo necessária uma maioria de dois terços para aprovar o projecto de resolução.

—–//—–

Biografia do Prof. Dr. Wolfgang Wodarg: http://www.wodarg.de/english/index.html

  1. Krípton
    Fevereiro 5, 2010 às 18:36

    Muito se especula sobre a Industria Farmacêutica… É uma coisa incrível!
    Quem não tem provas e faz uma acusação desta natureza merece ser punido e bem punido!

  2. Phn
    Fevereiro 6, 2010 às 23:36

    Não considero este assunto assim tão linear, porém, é fácil de perceber que há aqui algo que não está certo, como diz o outro ” a bota não bate com a perdigota”. Agora diz.me só uma coisa Kripton, porque essa defesa acérrima à IF? O teu emprego é relacionado com isso não?

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: