Início > Geral > Movimento Civico pela Linha do Tua

Movimento Civico pela Linha do Tua

EM DUAS SEMANAS TRÊS MIL PESSOAS JÁ VIRAM O DOCUMENTÁRIO

O documentário estreou nos cinemas a 8 de Abril e cerca de três mil espectadores viram o filme nos cinemas Lusomundo Amoreiras, Parque Nascente, Cinema City Alvalade, e nas exibições descentralizadas em Torres Novas, Vila Real, Mirandela, Guarda, Faro, Tavira, Castelo Branco e Redondo.

Após visionarem o documentário, são muitos os e-mails a questionar o que podem fazer, como podem intervir para a defesa do património do vale do Tua. Por esse motivo, em conjunto com a QUERCUS, MOVIMENTO CÍVICO PELA LINHA DO TUA, GEOTAS, COAGRET, e outros movimentos sociais, foi lançado um manifesto online pela preservação do vale do Tua (http://www.peticao.com.pt/vale-do-tua) e um “Apelo aos deputados”. Já foram enviadas mais de duzentas cartas.

Assim, todos aqueles que vêm o documentário e se sentem indignados ou revoltados podem escrever aos deputados – representantes do povo – e manifestar o seu sentimento através do site:

 www.pareescuteolhe.com ou http://www.earth-condominium.com/cartabarragens/

TRAILER | SITE | TEASER AMANHECER | TEASER BARRAGENS | www.pareescuteolhe.com

SINOPSE

Dezembro de 91. Uma decisão política encerra metade da centenária linha ferroviária do Tua, entre Bragança e Mirandela. Quinze anos depois, o apito do comboio apenas ecoa na memória dos transmontanos. A sentença amputou o rumo de desenvolvimento e acentuou as assimetrias entre o litoral e o interior de Portugal, tornando-o no país mais centralista da Europa Ocidental.

Os velhos resistem nas aldeias quase desertificadas, sem crianças. A falta de emprego e vida na terra leva os jovens que restam a procurar oportunidades noutras fronteiras. Agora, o comboio que ainda serpenteia por entre fragas do idílico vale do Tua é ameaçado por uma barragem que inundará aquela que é considerada uma das três mais belas linhas ferroviárias da Europa.

PARE, ESCUTE, OLHE é uma viagem por um Portugal profundo e esquecido, conduzida pela voz soberana de um povo inconformado, maior vítima de promessas incumpridas dos que juraram defender a terra. Esses partiram com o comboio, impunes. O povo ficou, isolado, no único distrito do país sem um único quilómetro de auto-estrada.

Alguns comentários do livro de visitas do site:

“(…) também sou das margens do Tua.. e da Linha.. que conheci ainda em pleno apogeu Tudo nos têm tirado.. inclusivé a própria dignidade…… Tiram-nos as escolas, os hospitais, os correios, os serviços, Roubam-nos os nossos filhos que têm de ir trabalhar, quasi como escravos, para o estrangeiro.. Roubam-nos as matérias primas.. o vinho .. que depois chamam do Porto.. o azeite e as batatas Roubam-nos as terras produtivas que inundam para produzirem energia para os grandes centros … e nós nem electricidade temos em condições para poder fazer funcionar um fogão e um frigorifico além de a pagarmos mais cara.. Com tantas barragens e se elas significam RIQUEZA, DESENVOLVIMENTO E TRABALHO a nossa terra seria a mais rica , desenvolvida e populosa do país . Agora querem acabar com um dos meios de desnvolvimento .. AFOGANDO A LINHA DO TUA… “

“Um governo que aprova TGV’s milionários que não fazem falta a ninguém e que representam um criminoso desperdício de $$$$$, não tem legitimidade para enterrar uma das linhas férreas mais deslumbrantes de todo o Mundo.”

“Parte-se-me o coração ver esta linha, e outras, desactivada, abandonada, testemunha e vítima da demagogia dos nossos políticos do betão e das luvas chorudas. Ainda fico mais triste ao saber do iminente (talvez já há muito decidido pelas esferas do poder) fechamento permanente e submersão da linha do Tua, tanto mais que vivo em Inglaterra, país de forte tradição no que toca os caminhos-de-ferro, ainda com bastantes linhas que se tornaram históricas e que estão devidamente preservadas para fins turísticos. O mesmo acontece com as estações e com o material circulante. “

“(…)Pena é que o dinheiro continue a comprar as mentalidades mais retrógradas.”

“A tristeza de sermos governados por políticos incultos e que estão no poder apenas para se servirem e não para servir
Tudo o que se está a passar no R. Tua e nos outros rios abrangidos pelo PNBEPH, para já não falar do Sabor reflecte: (1) a falta de cultura ambiental (2) a falta de uma estratégia relativamente à conservação do património natural e cultural da região de Trás-os-montes (3) a falta de capacidade para promover o turismo da natureza e outras formas de desenvolvimento sustentável por parte dos políticos quer a nível local quer a nível nacional. No futuro iremos todos perceber que os nossos incultos decisores políticos mataram as galinhas dos ovos de ouro. da destruição deste património só poucos beneficiarão.”

Foi dito que a linha do Corgo reabrirá em final de 2010.

Linha do Tâmega encerra 2 anos para obras.

MOVIMENTO CIDADANIA PARA O DESENVOLVIMENTO DO TÂMEGA

Fonte: http://www.linhadotua.net/3w/index.php?option=com_frontpage&Itemid=1

Categorias:Geral
  1. Cav do Asfalto
    Abril 24, 2010 às 15:19

    Este tipo de obras serve para engordar os patos-bravos do betão e o clientelismo político. É triste ver que alguns Homens com valores e principios Morais ( Salgueiro Maia e mais um ou dois, não se iludam…), levaram a cabo uma revolução armada, para ao fim de 26 anos não passarmos de escravos de dois ou três partidos políticos… Ou seja : MULTIPLICARAM-SE AS MOSCAS!

  2. Março 11, 2012 às 14:34

    Portugueses:Em as cidades,vilas e aldeias de Portugal pouparem 50% de eletricidade nas vias publicas não são precisas mais barragens a entupir os nossos rios,e matarem operários e a destruir as linhas férreas,que tanta falta fazem ao nosso povo.A LINHA DO TUA é PATRIMÒNIO DO ESTADO.A cota da barragem do Tua é de 170m,enquanto a do Alqueva a maior da Europa é de apenas 152m,menos 18m.Snr Mexia e companheiros baixem lá essa cota de maneira,a não prejudicar pelo menos 34 povoações.A eletricidade da barragem não dará para alimentar tres aldeias,uma gota de água no rio Tua.Tambem pode construir com uma cota mais baixa a maior MOAGEM do Mundo,em vez da central.Seria talvaz a única.Mauricio Arrais.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: