Início > Geral > Demissão do director das ‘secretas’ embaraça Governo

Demissão do director das ‘secretas’ embaraça Governo

18-11-2010
Por Valentina Marcelino, em DN.

http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1713498

Demissão do director das 'secretas' embaraça Governo

Os cortes orçamentais nos serviços de informação externos levaram ao cancelamento de quase todas as operações este ano.

A demissão, anunciada ontem em primeira mão pelo DN, do director dos Serviços de Informação Estratégicos de Defesa (SIED), Jorge Silva Carvalho, surpreendeu círculos políticos e da segurança. O primeiro-ministro José Sócrates, que tem a tutela directa das “secretas”, respondeu com o silêncio. “Não comentamos”, disse ao DN o gabinete do chefe do Governo, remetendo para o secretário-geral do Sistema de Informações da República Portuguesa (SIRP), Júlio Pereira, uma declaração (ver em baixo).

O pedido de exoneração já tinha sido feito há cerca de uma semana, em cartas enviadas ao primeiro-ministro e ao secretário-geral do SIRP, Júlio Pereira. Mas só ontem, ao início da tarde, o chefe dos espiões destacados no estrangeiro convocou para uma reunião de emergência todos os directores e funcionários do serviço que dirige desde 2008.

Segundo soube o DN junto de fontes que estiveram presentes, Jorge Silva Carvalho explicou as razões de fundo da sua decisão, a maior parte já conhecida, aliás, pelas suas equipas. Os severos cortes orçamentais a que o SIED vai ser sujeito em 2011 são fatais, no seu entender, para garantir operações estratégicas para o serviço. “Desde o ano passado que o SIED tem sobrevivido e garantido algumas das principais operações à custa de transferências/empréstimos do orçamento do secretário-geral do SIRP. Este ano já temos uma dívida de cerca de 900 mil euros”, explicou uma fonte.

Na prática, as consequências para a actividade do serviço fizeram-se sentir duramente já durante este ano. Enquanto a média de deslocações ao estrangeiro para operações ou acções de formação em 2009 se situou nas 300, este ano foram feitas apenas 10. “O serviço está parado, não há operações desde meados do ano, cancelámos todas as operações conjuntas e acções de formação para que tínhamos sido convidados no exterior”, revela uma outra fonte.

Com o corte de mais de um milhão de euros previsto para 2011, o cenário agravou-se. Sete das 11 estações do SIED no estrangeiro vão ser encerradas: Madrid, Rabat, Timor, Maputo, Cairo, Bruxelas e Bissau, embora esta última ainda tenha a sua manutenção a ser ponderada. Mantêm-se Moscovo, Pequim, Nova Deli e Brasília.

Os serviços de informação perdem “antenas”estratégicas, designadamente nos países islâmicos, onde ficam sem qualquer “fonte” e nos países africanos de língua oficial portuguesa, opções estas que também mereceram o desacordo veemente de Silva Carvalho. O director do SIED pretendia, aliás, abrir novos postos em dois países com grandes comunidades portuguesas, que foram indeferidos.

Grande parte destas estações, onde está a ‘elite’ dos serviços, foram criadas por Silva Carvalho e contribuíram nos últimos anos para um aumento grande da credibilidade de Portugal no contexto internacional da intelligence. “Perdê-las terá consequências muito graves, pois têm todo um capital de fontes, informação e de confiança que demora anos a conquistar e que é irrecuperável”, salienta João Rebelo, da Comissão Parlamentar de Defesa.

Jorge Silva Carvalho entendeu que, de acordo com o que terá transmitido aos funcionários ontem à tarde, “por uma questão de consciência” não podia aceitar a situação. “Faço-o pelo serviço, não por mim. Faço-o para chamar a atenção para o erro que se está a cometer”, terá justificado.

Categorias:Geral
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: