Início > Criminalidade, Política > Mulher Executada em Teerão

Mulher Executada em Teerão

Shala Jahed, ex-amante de um jogador de futebol do Irão, foi executada quarta-feira em Teerão. Presa há nove anos, Jahed foi enforcada no pátio da prisão de Evin.

A mulher estava presa pelo assassinato de Laleh Saharkhizan, mulher do jogador de futebol Naser Mohammadkhani. A condenação foi obtida através de uma confissão mais tarde negada pela acusada.

Depois da notoriedade internacional do apedrejamento a Sakineh Ashtiani, acusada de trair e matar seu marido, o caso de Jahed ficou conhecido, mas apesar dos pedidos de clemência da Amnistia Internacional, a pena foi cumprida.

No julgamento não foi aceite a justificação de «mulher temporária», figura tolerada no Irão, uma vez que os homens podem ter até quatro mulheres.

Fonte:http://www.theaustralian.com.au/news/breaking-news/iran-hangs-footballers-temporary-wife/story-fn3dxity-1225964258770

“ipsis verbis” in http://abola.pt/mundos/ver.aspx?id=234940

Categorias:Criminalidade, Política
  1. Observer
    Dezembro 2, 2010 às 10:59

    Ainda há pouco tempo, uma amiga minha que pertence à amnistia internacional me pediu que assinasse uma petição que tinha como objectivo travar e execução desta mulher. O mundo assistiu a este julgamento e ninguém fez nada. Eu avisei essa minha amiga que mesmo a amnistia internacional não conseguiria fazer nada, pois todas essas organizações são controladas pelo sistema económico americano e agora mais recentemente europeu e que o médio oriente faz o que lhe apetecer por ter acordos secretos com a CIA e etc. Ela não acreditou, porque já tinham conseguido fazer algo: a amnistia internacional conseguiu que a mulher não fosse apedrejada, mas enforcada. Que grande feito…

    Sempre atento:

    Observer!

  2. Fernando Ramos
    Dezembro 4, 2010 às 21:14

    AS petições hoje em dia já não têm o peso que tinham.
    Por as petições se terem tornado corriqueiras, qualquer um faz uma por motivos bannis, elas deixaram de ter a credibilidade que antes tinham.

    Eu continuo a assinar mas tendo a noção que à partida elas nada vão resolver.
    Só mesmo acções directas poderão fazer algo contra os prevaricadores.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: