Início > Geral > Ensaios – milho transgénico – Consulta pública até 3 de Abril

Ensaios – milho transgénico – Consulta pública até 3 de Abril

“Até ao dia 3 de Abril de 2009 às 24h está aberta a consulta pública relativa ao pedido da empresa Monsanto para ensaios de campo com milho transgénico NK603.
Os terrenos em causa ficam em Salvaterra de Magos e Évora, mas todos os portugueses podem (e devem) participar.”

Este milho é resistente ao glifosato, um herbicida que tem vindo a ser largamente promovido pela indústria dos transgénicos.

A notificação feita pela Monsanto:
– não esclarece convenientemente uma série de aspectos relativos à Biosegurança, nem apresenta referências científicas que mostrem a inocuidade destes ensaios para a biodiversidade;
– refere que serão testados outros compostos para além do glifosato, mas não refere nomes nem princípios activos dos mesmos;
– não se refere à “coexistência” com a apicultura e ao facto das abelhas poderem transportar polén dos campos em ensaios.

Pode enviar o seu descontentamento face à possibilidade dos ensaios da Monsanto para o endereço de E-mail: cpogm@apambiente.pt

Escreva o seu próprio texto ou envie a Carta colectiva com o seu nome e BI.
Carta disponível em: http://stopogm.net/?q=node/643

Para dúvidas ou mais informações contacte a Plataforma Transgénicos Fora pelo E-mail: info@stopogm.net

http://ambientalistas.blogspot.com/2009/04/urgente-ensaios-milho-transgenico.html

Sempre atento:

Observer!

Categorias:Geral
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: