Início > Geral > Ex-funcionário do Julius Baer Bank entregou a Assange informação sigilosa

Ex-funcionário do Julius Baer Bank entregou a Assange informação sigilosa

Mais de 2.000 personalidades, ricos e famosos, podem ver-se comprometidos com actividades suspeitas e fuga ao fisco

Rudolf Elmer entregou esta segunda-feira a Julian Assange – em liberdade condicional, em Londres, e na expectativa de ser extraditado para a Suécia onde será julgado por agressão sexual -, dois CD¿s com os detalhes das contas bancárias de cerca de 2.000 personalidade – empresários, políticos e artistas, com provas de actividades ilícitas e evasão fiscal.

O próprio Elmer deverá regressar à Suiça onde será julgado por violação de sigilo bancário.

Rudolf Elmer foi despedido do Julius Baer Bank, em 2002, depois de ter trabalhado oito anos como chefe de operações da instituição bancária nas ilhas Cayman.

Em detalhe, Elmer revelou, durante a conferência de imprensa realizada em Londres, que os discos têm informações acerca de 40 políticos e que os titulares da contas tem origem em «todas as partes» do mundo.

Ao que parece, a atitude de Elmer é altruísta, ou é um denunciante «de boa fé» como diz Assange. Ao dar a conhecer esta informação ao mundo, Elmer pretende «educar» a sociedade.

«Eu creio que como banqueiro tenho o direito de denunciar o que está mal», e prossegue: «Sei como funciona o sistema e conheço o dia-a-dia do negócio. A partir deste ponto de vista, queria dar a conhecer o que sei à sociedade».

Elmer adiantou ainda que se opõe ao sistema e não a um banco particular: «Aquilo a que me estou a opor não é a um banco em particular, mas a um sistema. Trabalhei para bancos maiores que o Julius Baer e aquilo de que tenho a certeza é de que os bancos sabem, as chefias sabem, que o dinheiro está secretamente a ser desviado para evasão fiscal e lavagem de dinheiro, ainda que estes casos envolvam apenas fuga ao fisco».

Assange afirmou toda a informação será publicada dentro de duas semanas, uma vez verificados todos os dados, e acrescenta que está disponível para fornecer a informação que agora lhe foi entregue por Elmer ao Serious Fraud Office, uma agência governamental britânica que investiga corrupção financeira.

Num momento complicado e incerto do seu percurso pessoal e do próprio WikiLeaks, Assange teve um inesperado aliado, Rudolf Elmer, que também acredita que «o homem na rua precisa saber como funciona o sistema».

http://www.tvi24.iol.pt/internacional/julian-assange-rudolf-elmer-informacao-sugilosa-contas-bancarias-banco-suico-tvi24/1226550-4073.html

Sempre atento:

Observer!

Categorias:Geral
  1. Janeiro 25, 2011 às 14:13

    Thank you.
    I added your site to my favorites.

    my site: wikilog

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: