Início > Geral > Quem tem televisão grátis vai ter de pagar para continuar a ver

Quem tem televisão grátis vai ter de pagar para continuar a ver

07-03-2011
Em Ciência Hoje.

http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=47750&op=all

Apagão analógico será a 26 de Abril de 2012

.

Quem recebe apenas os quatro canais televisivos em sinal aberto vai ter de comprar um televisor novo ou um descodificador até 26 de Abril de 2012, data escolhida por Portugal para o “apagão” analógico.
.
Esta obrigatoriedade não se aplica a quem já recebe televisão por subscrição (cabo, fibra óptica, satélite ou IPTV) e a quem comprou nos últimos dois anos um televisor novo com MPEG4, o sistema utilizado pela Televisão Digital Terrestre (TDT) portuguesa, diferente, por exemplo, do espanhol (MPEG2).

.

“Cerca de um terço” das habitações portuguesas recebe televisão por antena, o que “não chega a 1,5 milhões de lares”, disse fonte da Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom). Em 2008, segundo dados do Observatório da Comunicação (Obercom), 56,3 por cento da população portuguesa utilizava exclusivamente a recepção televisiva terrestre.
.
Os descodificadores de sinal para os televisores já estão à venda, a preços que variam entre 35 e 215 euros, segundo um teste comparativo divulgado na edição de Março da Proteste. Contudo, os equipamentos mais baratos estão em final de comercialização e apenas descodificam o serviço de televisão e incluem leitor multimédia USD (para fotos e vídeos), não permitindo outras funções, como pausa da emissão e gravação de programas para USB.
.
Estas funções só estão disponíveis em caixas descodificadoras que custam pelo menos 50 euros e que, nalguns modelos, não incluem leitor multimédia. O custo da compra dos descodificadores (um por televisor) terá de ser suportado na totalidade pelo proprietário do televisor, excepto em casos especiais em que haverá direito a reembolso de “50 por cento”, disse a Anacom.
.
As comparticipações destinam-se às pessoas com grau de deficiência de pelo menos 60 por cento, beneficiários do Rendimento Social de Inserção e reformados e pensionistas com pensões inferiores a 500 euros, acrescentou. A fonte sublinhou que, contudo, será comparticipada a compra de apenas um descodificador por lar, sendo abrangidos somente os equipamentos mais simples, que não permitem pausa e gravação.
.
Antenas substituídas
.
Segundo a mesma fonte, “não há dados muito precisos sobre o número de antenas que terão de ser substituídas”, mas a Anacom estima que serão poucas as que não estarão aptas a receber o sinal digital. “Pode acontecer é que tenham de reorientar as antenas”, referiu, afirmando que não estão previstas comparticipações dos custos destes serviços e das substituições de antenas.
.
O que fazer face à introdução da TDT é uma das questões a que Sérgio Denicoli, doutorando na Universidade do Minho, pretende dar resposta no livro “TV Digital – Sistemas, Conceitos e Tecnologias”, que acaba de ser lançado.
.
“É um livro que procura explicar de uma forma simples o que é a televisão digital, o que é que ela vai mudar na vida das pessoas e o que vai ser preciso para que se possa assistir à televisão digital terrestre”, disse o autor.

Categorias:Geral
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: