Início > Geral > Arqueólogos descobrem esqueleto de homem das cavernas gay / Descoberto primeiro esqueleto de homossexual pré-histórico

Arqueólogos descobrem esqueleto de homem das cavernas gay / Descoberto primeiro esqueleto de homossexual pré-histórico

Arqueólogos descobrem esqueleto de homem das cavernas gay

07-04-2011
Por TVI24 / MM.

http://www.tvi24.iol.pt/internacional/cavernas-gay-homossexual-arqueologia-travesti-tvi24/1245124-4073.html

 

Uma equipa de arqueólogos checos descobriu o esqueleto daquele que acreditam ser o primeiro homossexual ou travesti da História. Os restos mortais do homem foram descobertos numa escavação nos arredores de Praga e estavam enterrados num local e numa posição apenas reservados às mulheres de então.

«Graças à história e à etnologia, sabemos que as pessoas desse período levavam os funerais muito a sério, por isso é muito improvável que essa posição fosse um engano», explicou Kamila Remisova Vesinova, líder da equipa de arqueólogos responsáveis pelo achado.

De acordo com a revista «Time», o homem teria vivido na Idade do Bronze, entre 2900 e 2500 antes de Cristo. Foi enterrado sobre o lado esquerdo, com a cabeça em direção a oeste. Ao lado foram encontrados vasos ovais e nenhuma arma, o que sugere que era visto como mulher pela sociedade da época.

Os homens seriam enterrados na altura deitados sobre o lado direito. Com eles, eram enterradas armas, martelos e facas, assim como comida e bebida.

O achado é já chamado de «homem das cavernas gay». «É muito mais provável que fosse um homem com uma diferente orientação sexual, um homossexual ou um travesti», diz Katerina.

————-//————-

Descoberto primeiro esqueleto de homossexual pré-histórico

07-04-2011
Por Ciência Hoje.

http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=48388&op=all

Descobriram o corpo de um homem – que remonta a 2900 ou 2500 anos a.C. –, na República Checa, cuja posição estava normalmente reservada às mulheres na cultura da cerâmica e, por isso, os investigadores acreditam tratar-se do primeiro homossexual ou transexual conhecido e que viveu durante a Idade do Cobre.

O esqueleto, encontrado num subúrbio de Praga, tinha a cabeça apontada para Este e estava rodeado de utensílios domésticos, um ritual que até aqui apenas era descoberta em sepulturas femininas.

Segundo a história da antropologia, “as pessoas deste período levavam este género de ritual funerário muito a sério e isso leva a crer que a posição em que foi encontrado seja dificilmente um erro”, referiu Kamila Remisova Venisova, coordenadora da equipa de arqueólogos que fez a descoberta, ao diário britânico «The Telegraph».

 

Neste tipo de cultura, os homens eram normalmente enterrados sobre o seu lado direito, com a cabeça virada para o Oeste, com ferramentas, armas, comida e bebidas e as mulheres, normalmente sobre o lado esquerdo, viradas para o Este e rodeada de jóias e objectos de uso doméstico.

Outra das hipóteses é a de que o indivíduo poderia ter sido um xamã ou alguém do ‘terceiro sexo’ (homo ou transexual). “Como o conjunto de objectos encontrados em redor do esqueleto não corroboravam a hipótese de que fosse um xamã, é mais provável que a segunda explicação seja a correcta”, sustentou ainda.

As escavações foram hoje abertas ao público e as visitas têm sido intensas. Os restos são de um membro da cultura da cerâmica cordada, que viveu no norte da Europa na Idade da Pedra, entre 2.500 AC e 2.900 AC.

Advertisements
Categorias:Geral
  1. Abril 8, 2011 às 16:13

    Isto simplesmente não faz sentido. O lobby gay está a tornar-se ridiculo.

  2. Abril 9, 2011 às 1:58

    Não sei porque diz que não faz sentido. A homosexualidade é muito antiga, só que não era condenada pela sociedade nos primeiros tempos. Com o aparecimento das grandes cidades greco-latinas e não só o fenómeno ganhou outras porporções e faziam-se orgias de bisexualidade e até pedofilia que não eram considerados crime. Só que com o aparecimento do cristianismo, de doenças venéreas e de abusos físicos, começou-se a criticar a liberdade sexual até se criarem os tabus.
    Não me admira nada que esta sociedade mais primitiva, não condenando mas reconhecendo o comportamento, e talvez até um comportamento de alguém relativamente popular entre os outros, lhe tenham tributado o que foi em vida para que levasse os seus gostos para o outro lado.
    Foi apenas um fenómeno como qualquer outro. Só que deu-se importância a algo que não se dava muito na época. Talvez porque a pessoa fazia questão de salientar as suas livres opções sexuais.

    P.S. Eu não sou gay mas não condeno as opções sexuias de ninguém. Não acho anti-natura e não me faz impressão que hajam pessoas com diferentes gostos dos meus.

    Sempre atento:

    Observer!

  3. driadeh
    Abril 10, 2011 às 18:11

    Quando homossexualidade, lesbianismo, etc são aceites como normais pela sociedade, significa que essa sociedade está em declíneo em todos os níveis. Isso ocorreu no passado sempre que um povo “se degenerava”…

  4. Abril 10, 2011 às 19:37

    Essa teoria é absurda. Agora quando as pessoas começam a ter liberdade de expressão sexual, a sociedade entra em declinio. Então digamos que países como a holanda, entre outros estão em declinio à seculos.

    Sempre atento:

    Observer!

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: