Início > Geral > NGC 2442: A galáxia deformada

NGC 2442: A galáxia deformada

04-05-2011
Por Ciência Hoje.

http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=48837&op=all

Os dois ganchos da galáxia NGC 2442, (Imagem: ESO)

A galáxia do Gancho de Carne ou NGC 2442 tem uma forma distorcida: um braço em espiral encontra-se muito dobrado sobre si mesmo e alberga uma supernova recente, enquanto o outro, pontilhado de formação estelar recente, se estende muito para lá do núcleo. O telescópio MPG/ESO de 2,2 metros e o Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA captaram duas imagens muito contrastantes desta galáxia espiral assimétrica.

Situada na constelação austral do Peixe Voador é facilmente reconhecida pelos seus braços em espiral assimétricos. Pensa-se que a aparência distorcida da galáxia se deve à interacção gravitacional com outra galáxia em determinado momento da sua evolução – embora até agora os astrónomos não tenham conseguido identificar de forma clara esse outro objecto.

Várias imagens de campo largo foram obtidas com o instrumento Wide Field Imager, montado no telescópio, em La Silla, Chile, e mostram o duplo gancho que dá a esta galáxia a sua alcunha. Embora este, no solo, não consiga atingir a nitidez das imagens do Hubble no espaço, pode no entanto cobrir uma área muito maior do céu numa única exposição. Estss duas tecnologias fornecem muitas vezes aos astrónomos informações complementares entre si.

Em 1999, uma estrela de grande massa no final da sua vida explodiu neste braço sob a forma de supernova. Comparando observações mais antigas feitas a partir do solo, imagens do Hubble de 2001 e estas imagens obtidas no final de 2006, os astrónomos puderam estudar em detalhe o que aconteceu à estrela nos seus últimos momentos. Na altura da obtenção desta imagem a própria supernova já se desvaneceu e não é visível.

Ainda se destaca a outra ponta do ciclo de vida das estrelas relativamente ao Hubble. Pontilhadas ao longo da galáxia e particularmente no mais comprido dos braços em espiral, encontram-se zonas vermelho/rosa. Esta cor vem do gás de hidrogénio nas regiões de formação estelar: à medida que a forte radiação das estrelas recém-nascidas excita o gás nas nuvens a partir das quais elas se formaram.

A interacção com outra galáxia que originou a estranha forma assimétrica NGC 2442 pode também ,e muito provavelmente, ter originado este recente episódio de formação estelar. As mesmas forças de maré que deformaram a galáxia alteraram as nuvens de gás dando origem ao seu colapso gravitacional.

Imagem do Hubble.

Imagem do Hubble.
Categorias:Geral
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: