Início > Geral > Eurostat: buraco na Madeira aumenta défice para 9,8%

Eurostat: buraco na Madeira aumenta défice para 9,8%

Gabinete europeu de estatísticas confirma dados do INE

O "buraquinho" madeirense...

O défice de Portugal em 2010 fixou-se nos 9,8% do Produto Interno Bruto, sobretudo por causa do desvio orçamental na Madeira. Isso mesmo indicou esta sexta-feira pelo Eurostat, na sua segunda notificação sobre procedimento dos défices excessivos.

O gabinete europeu de estatísticas confirma assim as indicações do Instituto Nacional de Estatística de que as dívidas omitidas pela Administração Regional da Madeira tiveram um impacto perto dos 0,6% do PIB no défice português no ano passado.

Portugal registou assim, a par da Letónia (também 0,6%), a mais acentuada revisão em baixa relativamente à notificação anterior, que ocorreu em Abril.

De acordo com o reporte do Procedimento de Défices Excessivos (PDE) enviado INE a Bruxelas, o buraco descoberto este ano na Madeira teve mais precisamente um impacto de 0,56% do PIB no défice orçamental de 2010.

Mas a Madeira não foi a única surpresa desagradável nas contas. Houve mais buracos que fizeram aumentar o défice dos 9,1% para os 9,8%.

Nas explicações específicas por país sobre as revisões mais significativas do défice entre 2007 e 2010 efectuadas entre as notificações de Abril e Outubro deste ano, o Eurostat refere então que em Portugal «a subida do défice em 2010 deve-se principalmente à correcção de uma ausência de registo relativa à região autónoma da Madeira».

Quanto à dívida pública, Portugal fechou 2010 com o quinto valor mais elevado, de 93,3%.

Em termos gerais, o défice público da Zona Euro e da UE a 27 foi de 6,2% e 6,6% PIB, respectivamente, tendo os défices mais elevados sido registados na Irlanda (31,3%), Grécia (16,4%), Reino Unido (10,3%) e Portugal.

Dívida da Zona Euro dispara para recorde

A dívida da Zona Euro de 79,8% em 2009 para 85,4% no final de 2010. É o valor mais alto de sempre. Este indicador subiu de 74,7% para 80,2% no conjunto da União Europeia.

As dívidas públicas mais elevadas em 2010 foram registadas na Grécia (144,9%), Itália (118,4%), Bélgica (96,2%), Irlanda (94,9%) e Portugal (93,3%).

http://www.agenciafinanceira.iol.pt/financas/defice-madeira-eurostat-buraco-contas-publicas-derrapagem/1291381-1729.html

Sempre atento:

Observer!

Categorias:Geral
  1. Janeiro 27, 2013 às 11:13

    A imagem aérea do Buraco da Madeira com que ilustra o seu artigo foi capturada pelo espectacular satélite pessoal do Dr. Mónico Pedro, o chefe do site Monico24.com.

    O seu site é que no-la pediu emprestada.

    Muito grato,
    Mónico Pedro

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: