Início > Geral > Manifestações de contestação pós eleitorais na Rússia e a mão dos Serviços Secretos ocidentais

Manifestações de contestação pós eleitorais na Rússia e a mão dos Serviços Secretos ocidentais

12-12-2011
Por João Lino Santos

As manifestações que grassam por grande parte da Rússia obviamente não são espontâneas de índole popular, assim como também não o foram as da Primavera Árabe próxima passada. Nitidamente para quem tenha dois dedos de testa, as mãos dos serviços secretos ocidentais que operam e agem a soldo e a mando dos “senhores do grande capital”, sem os governos de cada país terem voto na matéria, pois estas pseudoelites financiam e mandam nos partidos políticos e governos.

Ora é muito simples perceber porque é que interessa a americanos, israelitas e à EU, que a imagem da Rússia enfraqueça e se deturpe o que lá se passa, passando nos média uma imagem enviesada e facciosa da realidade? Que convém às tais autodenominadas elites! Deve-se nada mais, nada menos, ao facto de que a Rússia é o único grande país, berço de recursos com uma economia pujante e hiperconsumista mesmo em tempos de crise económica no Ocidente, acrescendo que também é o único país ocidental que se assume contra uma Nova Ordem Mundial de cariz autoritário internacionalista. Esta postura dos dirigentes russos, inviabiliza as tão na moda privatizações que são o maná para os “senhores do grande capital”, basta analisar o que aconteceu na Europa de Leste no pós queda do muro de Berlim e como acabou a fantochada que foi a Guerra dos Balcãs na Ex-Jugoslávia do “não-privatizador” Milosevic, que morre envenenado no TPI (Tribunal Penal Internacional) e os média não dão a isso relevância. Podemos analisar a actual situação dos países do sul da Europa intervencionados pela trafulhice que é a Troika, no caso português vamos delapidar toda a posição estatal na EDP, vendendo-a ao que parece a uma empresa alemã que vai despedir 11mil trabalhadores na Alemanha, mas pode financeiramente comprar a EDP, tamanha hipocrisia devia indignar o mais pacifico e amorfo cidadão.

Pois bem na Rússia as pseudoelites não entram, não conseguem controlar o estado, nem os governos, nem privatizar, nem banquetear-se com a riqueza do país como fazem em todos os outros países do Ocidente e em quase todos os países do mundo. Não subsistem para mim dúvidas da mãozinha da inteligência ocidental nas manifestações russas. Acho também hilariante governantes norteamericanos virem com verborreia retórica de grandes senhores da democracia criticar a Rússia, quando nas suas eleições internas há quase sempre trafulhice e onde o sistema eleitoral permite que quem tem mais votos não ganhe as eleições como foi o caso do Al Gore contra o G.W. Bush.

Pergunto-me se a “carneirada humana” das classes baixa, média e alta que segue afincadamente e acredita em tudo o que lhes dizem as TVs e os jornais mainstream, que sendo continuamente iludidas, aldrabadas e sodomizadas pelo sistema, ainda batem palmas e não começam a pensar por si mesmos, perante tantas evidências, uma cada vez maior carga fiscal sobre as classes mais pobres, benefícios às classes mais altas e aos dirigentes políticos e uma subsequente cada vez pior QDV (Qualidade de Vida) onde hoje se perdem no Ocidente direitos adquiridos pelas massas há décadas! Não terá chegado a hora das massas se sublevarem a sério e afirmarem que não aceitam a destruição dos seus países nem a continuação da austeridade, em vez de termos manifestações dos sindicatos, dos partidos e as da população organizadas, dirigidas e manietadas pelos serviços secretos! ACORDEM PESSOAS HUMANAS!

Categorias:Geral
  1. observer
    Dezembro 16, 2011 às 17:37

    Concordo com a crítica ao ocidente, mas dizer que a russia tem uma supereconomia pujante já é demais. E falar bem de Milosevic so porque é contra a privatização… Assim se vê o que percebes de economia e politica caro azio.. Sem saberes estás a defender ideais comunas quando dizes ser simpatizante do PSD… Então ficamos em quê? És de direita ou esquerda? Ou apenas gostas de ser “treinador de bancada”. E um país em que os seus recursos se baseiam em gaz e petroleo deixando todo o dinheiro no kremlin e o povo à fome e à mercê do frio não me parece uma economia pujante e muito menos inesgotável. O ocidente e até a china se os quiserem ameaçar economicamente é em menos de nada.

    Sempre atento:

    Observer!

  2. aziomanoris
    Janeiro 12, 2012 às 3:59

    O teu comentário acertou um pouco ao lado em tudo 😉
    1 – A Rússi tem uma supereconomia pujante sim, os dados estão aí e mesmo em crise como o Japão o consumo cresce em vez de abrandar.
    2 – Vai ler o que o Estulin escreveu a explicar o que realmente se passou nos Balcãs (escudado em muitos relatorios independentes e até da ONU) e porque linxaram o Milosevic e depois falamos.
    3 – Sou simpatizante do PSD aonde? Sabes perfeitamente que não sou de esquerda nem de direita e abomino as duas!
    4 – Até à crise internacional de 2007/2008 o poder de compra e o subsequente nível de vida da população russa estava a crescer significativamente.
    5 – Os EUA e a UE bem tentam e nota-se que não conseguem amigo!

  3. Janeiro 16, 2012 às 15:59

    Pois bem… isto que fizeste não deixa de ser cobarde ao estares a comentar um artigo que comentei à bastante tempo para ver se eu não vejo e respondo. Mas essas estratégias embuscadas a norte do paraíso não me chegam a vénus.

    Olha que desculpa de merda estares a dizer que a russia estava a crescer até à crise. Se é assim tão pujante não parava como a china por exemplo.

    E sim digo que és simpatizante do PSD se não o és então és troca tintas porque ao vivo e a cores já me disseste isso no passado, Eu não apoio nenhum artigo mas assumo as minhas convicções e antes de me aperceber desta porcaria toda como sabes era simpatizante do PS. E ainda admiro alguns animais politicos socialistas, não deixando de os criticar e mandando-os ao tapete por serem corruptos. Mas como bagageiros politicos ainda são espécimes admiráveis. Coisas que nunca entendeste e nunca separaste e por isso nunca perceberás as minhas palavras.

    Quanto aos EUA e a UE tu que és todo dado às conspirações parece que estás mais virado agora para as constipações. Então acreditas que eles têm influência no que está a acontecer no médio oriente e em àfrica e não acreditas que eles se se sentirem ameaçados, criem instabilidade na china e na russia. E sublinho… NA Rússia é bem mais fácil.

    E quem serão as pessoas mais correctas para dizer se se vive melhor na russia? Os russos e não tu. E todos os russos que conheço (se sequiseres apresento-te uns quantos/as) dizem que se vive mal a brava na mesma. Inclusivamente alguns voltaram para lá a pensar que iam passar melhor e que já não voltaram e… voilá já cá estão again alegando que aquilo está na mesma.

    Agora se me disseres que o Putin é melhor político a enganar as pessoas e corrupto até ao tutano… aí já concordamos. Pois dos países periféricos à russia alguns falam bem dele, pois acabou com os massacres passados, mas politicamente faz daquilo que a europa nos faz a nós.

    Sempre atento:

    Observer!

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: