Arquivo

Archive for the ‘New World Order’ Category

The London Riots and How They Will be Used to the Elite’s Advantage

Agosto 16, 2011 Deixe um comentário

By | August 10th, 2011 |


Originally triggered by a case of police brutality, the London riots soon became a generalized expression of malcontent from today’s young proletariat. The cramming of the unprivileged into neighbourhoods resembling ghettos combined with continued police oppression has always been an explosive combination. The Los Angeles riots of 1992 and the French riots of 2010 took place in very similar circumstances. While it is obvious that many rioters have absolutely no political agenda except for the looting of a few bottles of liquor, the riots are nevertheless the accumulated result of years of segregation of the poor and minorities in conjunction with the type of police oppression not found in well-to-do suburban areas. Ler mais…

Muslim Brotherhood Wants End to Egypt-Israeli Peace Deal

Fevereiro 3, 2011 1 comentário

Egypt’s banned Muslim Brotherhood movement has unveiled its plans to scrap a peace treaty with Israel if it comes to power, a deputy leader said in an interview with NHK TV.

Rashad al-Bayoumi said the peace treaty with Israel will be abolished after a provisional government is formed by the movement and other Egypt’s opposition parties.

“After President Mubarak steps down and a provisional government is formed, there is a need to dissolve the peace treaty with Israel,” al-Bayoumi said.

Fernão Capelo Gaivota

Dezembro 28, 2010 Deixe um comentário

Este filme, que se pode ver em 10 partes no youtube, é uma analogia entre o Homem e a Gaivota cujo sentido é mostrar as dificuldades de superação dos limites, o encontro com a liberdade verdadeira e a espiritualidade, pautadas no amor e na compreensão nos outros. Inicialmente aparenta ser um filme vulgar como muitos outros, com quotidianos banais, todavia com o seu desenrolar as mensagens ilustram bem as vicissitudes impostas pelo sistema vigente e os esforços físico, psíquicos e mentais sobre-humanos necessários para se rumar contra esta maré que visa impedir a nossa Iluminação.

A Interpretação Gnóstica do Xadrez

Dezembro 9, 2010 6 comentários
O Jogo da Vida vulgarmente conhecido como Xadrez, é o Jogo que representa simbolicamente a Vida em si, o percurso de cada um em cujo objectivo é ascender, transmutar, como em alquimia, as energias e eliminar os nossos egos, limpando o nosso transfundo para de Seres Lunares (o que somos) ascendermos a Seres Solares (o que pretendemos ser). Porém a vida é um tabuleiro de xadrez, no qual cada um dos nossos actos é uma jogada. Se as nossas jogadas forem boas, inteligentes e oportunas o resultado será o êxito, saúde e longevidade. Se pelo contrário as nossas jogadas forem feitas de má-fé, egoístas e inoportunas, o resultado será o fracasso, a enfermidade e a morte.
  • O Tabuleiro: É o jogo da Vida e nunca sabemos quando jogamos a última partida. O Tabuleiro é um quadrado perfeito com 8 casas em cada um dos quatro lados. Representam as 8 Dimensões Cósmicas e as 8 realidade alternativas.
  • Os Quadrados Pretos e Brancos: Símbolo maçónico que representa o dualismo cósmico da terceira dimensão, representando o Yin e o Yang, a Roda do Samsara ou Roda da Vida, as forças evolutivas e involutivas que por vezes nos energizam, as casas pretas dão-nos força negra e as casas brancas, força branca, representando o positivo e negativo, o equilíbrio em tudo.
  • Os Peões. Indicam as 8 Virtudes de Kundalini e que as devemos conquistar para podermos ser aceites por Devi Kundalini. Os Peões Representam as Massas Populacionais, o Povo.
  • Rei e a Rainha. Simbolizam o Homem e a Mulher, o género masculino e feminino que trabalham para a Grande Obra Divina da Vida, porém daqui surgem relações karmicas punitivas e/ou auxiliantes.
  • Os Bispos, os Cavalos e as Torres representam as Ordens/Sociedades Secretas:
  1. Os Bispos são a Lança e a Gadanha, simbolizando desta maneira a Mãe Divina fabricante de Corpos e desintegradora de Egos. Representam as Ordens Religiosas
  2. Os Cavalos: são a força que se vai adquirindo através do trabalho com a energia sexual transmutada, simboliza também a Inteligência, a Ousadia e a Astucia. Representam as Ordens Laborais, Militares e Bélicas.
  3. As Torres são a manifestação do Corpo Astral (dos Desejos)  e o Mundo Mental (da Racionalização). Representam as Ordens Políticas do Poder.

Se analisamos numericamente a quantidade de casas num tabuleiro, encontraremos 64 casas (6+4=10), que para efeitos cabalísticos, dá-nos um total de 10, o qual representa a Lei da Recorrência, a Repetição, a Retribuição, a Roda do Samsara, as forças evolutivas.  (Lei do Dharma+Lei do Karma = 5+5=10)

A quantidade de casas brancas é 32 (3 + 2 = 5), a lei do Dharma. Em linguagem mística da luz, quando nos iniciamos, quer no Jogo quer na Vida, existem forças brancas que nos dão as boas vindas, ou seja, quando nascemos somos “peões” com energia branca que nos indica o caminho da evolução. Porém como nada na Natureza é exacto, chega o momento em que somos postos à prova e somos confrontados com o sucesso/fracasso e mediante as nossas acções receberemos em conformidade as reacções que caracterizam a Lei do Karma e Dharma e ou nos fazem cair nas garras das forças involutivas e perdemos o jogo, ou por outro lado nas forças evolutivas e ganhamos o jogo ou ainda por seu lado nenhuma delas e empatamos permanecendo no mesmo Estado Evolutivo (caracterização da Roda do Samsara). A quantidade de casas pretas é de 32 (3 + 2 = 5), a Lei do Karma, que na linguagem mística das trevas é a decadência, a disfunção e a morte.

Todavia o bem e o mal não existem. Uma coisa é boa quando nos convém e má quando, igualmente por interesse, não nos convém. Na verdade o Ser Humano é um animal de interesses. O bem e o mal são uma questão de conveniências caprichosas do Corpo Mental. O homem que inventou as fatídicas terminologias do Bem e do Mal foi um atlante chamado “Makari Kronverzyon”, distinto membro da sociedade científica “Akaldan”, situada no continente perdido. Este velho sábio jamais suspeitou do grave dano que causaria à humanidade ao inventar esta duas terminologias antagónicas/facções.

Ler mais…

Artigo sobre Portugal no Pravda

Novembro 5, 2010 1 comentário
Até nos jornais da Rússia (5ª maior economia do mundo) se fala de Portugal e pelos vistos até eles sabem o estado a que isto chegou…

Source: Pravda.ru
Timothy Bancroft-Hinchey
 
 
 
 

“Foram tomadas medidas draconianas esta semana em Portugal pelo Governo liberal de José Sócrates, um caso de um outro governo de centro-direita pedindo ao povo Português para fazer sacrifícios, um apelo repetido vezes sem fim a esta nação trabalhadora, sofredora, historicamente deslizando cada vez mais no atoleiro da miséria. 

 

E não é por eles serem portugueses.

Vá ao Luxemburgo, que lidera todos os indicadores sócio-econômicos, e você vai descobrir que doze por cento da população é português, o povo que construiu um império que se estendia por quatro continentes e que controlava o litoral desde Ceuta, na costa atlântica, tornando a costa africana até ao Cabo da Boa Esperança, a costa oriental da África, no Oceano Índico, o Mar Arábico, o Golfo da Pérsia, a costa ocidental da Índia e Sri Lanka. E foi o primeiro povo europeu a chegar ao Japão….e Austrália.

O objectivo? Para reduzir o défice. Porquê?

 

 

Ler mais…

Aliens ‘tried to warn US and Russia they were playing with fire during Cold War’

Outubro 4, 2010 3 comentários

Aliens ‘tried to warn US and Russia they were playing with fire during Cold War’

Toby Harnden
Telegraph
Tue, 28 Sep 2010 15:27 CDT

http://www.sott.net/articles/show/215912-Aliens-tried-to-warn-US-and-Russia-they-were-playing-with-fire-during-Cold-War-

minuteman missile © AP/USAF
A Minuteman missile at Malmstrom Air Force Base in the 1960s

Aliens may have interfered with US and Soviet nuclear weapons during the Cold War in an attempt to send “a sign to Washington and Moscow that we are playing with fire”, according to a UFO researcher. Ler mais…

NOM – Governação Global 2025: Numa conjectura critica

Setembro 27, 2010 10 comentários

Recentemente, um documento foi divulgado através da Freedom of Information Act.
Este documento intitula-se Governação Global 2025: Numa conjectura critica (Governance 2025: At a Critical Juncture).
Este documento foi escrito pela American National Intelligence Council (NIC) e a European Union’s Institute for Security Studies (EUISS).
Basicamente este documento define a agenda para a implementação do Governo Mundial (NOM) desde agora até 2025, fala dos obstáculos à sua concretização e a possibilidade de “desenhar humanos com habilidades físicas, emocionais ou cognitivas únicas”, isto é, o trans-humanismo (aquela filosofia que está camuflada em quase todos os video-clips de música comercial de modo a educar as novas gerações – e não só. Se duvidam desta afirmação, vejam o MTV durante uma tarde).

Ler mais…